Início » O Programa Banco do Povo Paulista

O Programa Banco do Povo Paulista

O Banco do Povo Paulista (BPP) é o programa de microcrédito produtivo desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, em parceria com as prefeituras, conforme disposições previstas na Lei Estadual nº 9.533, de 30 de abril de 1997 e no Decreto Estadual nº 43.283, de 3 de julho de 1998.
O objetivo do programa é oferecer financiamentos para empreendedores formais ou informais, associações e cooperativas produtivas ou de trabalho, para capital de giro e investimento fixo. Com isso, pretende-se promover o desenvolvimento socioeconômico e a criação de oportunidades.

A taxa de juros é de apenas 0,35% ao mês, pré-fixados.

Lei Nº 9.533, de 30 de Abril de 1997
Institui o Fundo de Investimentos de Crédito Produtivo Popular de São Paulo e dá outras providências.
Decreto Nº 43.283, de 3 de Julho de 1998
Regulamenta a Lei Nº 9.533, de 30 de Abril de 1997, que instituiu o Fundo de Investimentos de Crédito Produtivo Popular de São Paulo e dá providências correlatas.

Marcos Wolff

COORDENADOR DE POLÍTICAS DE EMPREENDEDORISMO
DIRETOR EXECUTIVO DO BANCO DO POVO PAULISTA

Paulistano, casado, pai de uma menina, é arquiteto e urbanista pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, e técnico em construção civil pelo Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, atuando por 15 anos nesta área. Em 2008 ingressou no governo estadual como executivo público da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), e participou do desenvolvimento e implantação do Sistema Emprega São Paulo. De 2012 a 2014 foi coordenador de operações, sendo responsável pela maior rede do Sistema Nacional de Emprego (SINE) no país, com 251 Postos de Atendimento ao Trabalhador.
É conselheiro da Comissão Estadual do Emprego (CEE), integrou o grupo de trabalho instituído pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) que formulou o Sistema Único do Trabalho (SUT), e o grupo técnico do Fórum Nacional das Secretarias do Trabalho (FONSET). Em 2015 foi designado para assumir a Coordenação de Políticas de Empreendedorismo e a Direção Executiva do Banco do Povo Paulista.